Centrais realizam atividade contra a Reforma da Previdência

As Centrais sindicais, aproveitando a proximidade do período momesco, realizaram no último dia 06, O Bloco das Centrais, que teve a concentração na Praça João Lisboa, com cortejo seguindo pela Rua Grande.

O evento teve como objetivo, sensibilizar a sociedade com relação aos pontos que irão prejudicar o trabalhador na Reforma da Previdência, que terá a votação do texto marcada para o próximo dia 19 de fevereiro.

Durante o cortejo, várias lideranças se manifestaram à favor da classe trabalhadora, explicando os pontos prejudiciais para a categoria. Segundo os dirigentes, essa Reforma proposta pelo Governo tem a finalidade clara de prejudicar a maior parte da população brasileira, que trabalha dia a dia, muitas vezes em situações desfavoráveis, para ganhar um salário mínimo que não condiz com as necessidades básicas do cidadão. Em contrapartida, poucos pontos vão afetar uma parcela mais “elitizada”, que continuará com todos os seus privilégios resguardados.

Greve Geral dia 19 de fevereiro

 No dia 19, os servidores federais de todo o Brasil vão realizar uma greve geral da classe trabalhadora contra reforma da Previdência e a retirada de direitos. A categoria soma forças a outros setores que também já aprovaram paralisação de atividades no mesmo dia. A decisão unânime foi tomada no último fim de semana durante a reunião ampliada dos fóruns (Fonasefe e Fonacate) que integram o conjunto dos federais.

Compartilhe!