Trabalhadores da Ebserh/MA decidem manter o movimento grevista para o dia 05 de junho

Os Trabalhadores da Ebserh no Maranhão, em assembleia realizada na última quarta, 30, decidiram por rejeitar a proposta apresentada pela Empresa no dia 25 de maio, e mantiveram o movimento grevista marcado para o dia 05 de junho.

A decisão da greve por tempo indeterminado foi tirada na Plenária Nacional da categoria, que aconteceu no dia 26, em Brasília.

Aprovação do movimento grevista em assembleia

A Ebserh mostra total descaso com relação à situação dos seus empregados, haja vista, que o ACT de 2017/2018 não chegou a um denominador comum, pois a empresa sempre buscou em suas propostas a penalização dos trabalhadores.

Com o impasse, o Tribunal Superior do Trabalho interviu no caso e agora está analisando o dissídio para o ACT 2017/2018.

“Não podemos aceitar que o governo trate os trabalhadores dessa forma desrespeitosa. A categoria está unida e o sindicato viabilizará todas as condições necessárias para fortalecer o movimento paredista”, afirmou Raimundo Pereira, presidente do Sindsep/MA.

A Condsef/Fenadsef vai encaminhar a decisão oficial dos empregados da Ebserh dentro do prazo de 15 dias, acertado com a empresa na reunião do dia 17. A assessoria jurídica da Confederação acompanha as decisões e dará suporte necessário ao movimento reivindicatório da categoria.

Entidades filiadas à Condsef/Fenadsef receberão coordenadas para organizar e garantir os mecanismos necessários para início de movimento paredista a partir do dia 5.

Lembrando que foi assinado um novo termo “Aditivo ao Acordo Coletivo de Trabalho 2017/2018”, que prorroga até o dia 31 de agosto deste ano as cláusulas sociais que asseguram direitos dos empregados.

 

Compartilhe!