Sindsep, Sintema e centrais realizam ato na UFMA

O Sindsep/MA, Sintema, CTB e Conlutas realizaram ontem, 9, um ato no Hall do Prédio Castelão, na Universidade Federal do Maranhão (UFMA), que discutiu vários pontos, dentre eles a Reforma da Previdência, MP 873/2019, e Decreto de contingenciamento de recursos para a Educação.

Na oportunidade as entidades sindicais e as centrais fizeram uma leitura do atual momento do Brasil, explicitando o desgoverno e as medidas impopulares tomadas pelo Governo Federal.

“São perceptíveis os ataques à classe trabalhadora. A Reforma da Previdência traz danos reais aos que ganham menos. A MP 873 foi criada para impossibilitar a atividade sindical, para que não tivéssemos forças para lutar, mas não nos acovardamos e mantemos a luta. Por fim, o Governo Federal, de forma irresponsável tenta afundar a educação pública. Vamos para a luta”, declarou Maria Isabel Frazão, servidora da UFMA e diretora da Secretaria de Aposentados e Pensionistas do Sindsep/MA.

Greve da Educação

No próximo dia 15 de maio, os professores de todo o Brasil vão paralisar em protesto ao Decreto que contingência o orçamento da Educação.

Várias atividades estão sendo trabalhadas, e aqui no Maranhão, as entidades sindicais e as centrais realizaram na noite de ontem, uma Plenária Aberta para detalhar o evento.

No site do Sindsep/MA estarão mais informações sobre as decisões da Plenária Aberta.

“Vamos para as ruas defender a educação pública no Brasil. Não podemos aceitar que o Governo Federal cometa essa insanidade de inviabilizar o funcionamento das universidades federais e dos institutos. Vamos defender uma educação de qualidade, com pesquisa e extensão. Precisamos lutar pelo desenvolvimento do Brasil, que só chegará através de uma educação pública de qualidade”, comentou Ademar Sena de Carvalho, presidente do Sintema.

Ifma

No dia 15, os servidores, alunos do IFMA, UFMA e das escolas estaduais, irão realizar uma grande ato em Defesa da Educação Pública.

O evento vai ter a sua concentração em frente ao IFMA Monte Castelo, de onde saírão em caminhada até a Praça Deodoro.

“A tônica do nosso discurso é buscar as ruas para que possamos mostrar para a população todos os males desse desgoverno. Precisamos mobilizar toda a companheirada para se fazer presente nos atos marcados para o dia 15. O Sindsep/MA vai participar ativamente de todas as atividades propostas, sempre levantando a bandeira da combatividade contra esse governo que não respeita a sociedade brasileira. Vamos nos unir para derrotar essas irresponsabilidades que a cada dia envergonham a nação perante o mundo”, afirmou Raimundo Pereira, presidente do Sindsep/MA.

Compartilhe!