Sindsep e lideranças estudantis do IFMA analisam Greve Geral da Educação

O Sindsep/MA e as lideranças estudantis do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão (IFMA), reuniram-se na última sexta-feira, 17, para fazerem um balanço da Greve Geral da Educação, que aconteceu no dia 15 de maio.

Durante o encontro, era notório nas intervenções dos presentes, o sentimento de vitória com relação ao ato, que levou cerca de 10 mil pessoas às ruas de São Luís.

A Greve da Educação mobilizou professores, estudantes e a sociedade civil organizada, que em um ato unificado, defenderam diversas bandeiras de luta, principalmente, a que tratava do descontentamento da sociedade com relação à retirada de recursos da educação, e também a da Reforma da Previdência, que penaliza de morte o trabalhador que está na chamada “ponta” da escala.

Devido ao sucesso das mobilizações de 15 de maio, que contou com milhares de pessoas nas ruas de todo o Brasil, a União Nacional dos Estudantes (UNE), decidiu marcar novos protestos para o próximo dia 30.

A reunião da última sexta, entre Sindsep/MA e lideranças estudantis do IFMA, também serviu para iniciar os preparativos para essa atividade, que promete levar milhares de pessoas às ruas da Ilha Rebelde, assim como em todo o Maranhão.

“O saldo da Greve da Educação foi extremamente positivo, e isso foi ratificado através da presença de milhares de pessoas pelas ruas de São Luís. E as manifestações aconteceram em todo o Maranhão, demonstrando assim, a força dos estudantes e dos trabalhadores”, declarou Raimundo Pereira, presidente do Sindsep/MA.

Compartilhe!